sexta-feira, 28 de setembro de 2012

OSCAR FREIRE DE CARVALHO


OSCAR FREIRE DE CARVALHO


 
 
 
 


Oscar Freire de Carvalho, mais conhecido como Oscar Freire, nasceu em Salvador, em 3 de outubro de 1882.
Em 1887, ingressou na Faculdade de Medicina da Bahia, pela qual recebeu o grau de doutor em Medicina, no ano de 1902.
No quinto e no sexto anos do curso médicos, foi Interno da 2ª cadeira de Clínica Cirúrgica (1900-1901).
Em 1907, foi nomeado, por concurso, Professor substituto da 4ª Seção, assim permanecendo até 1911.
Em 1911, passou a Professor extraordinário efetivo de Medicina Legal.
Em 1914, foi nomeado Professor ordinário da mesma cadeira e, no ano seguinte, logrou aprovação no concurso, para Professor catedrático de Medicina Legal, cargo que ocupou até 1922.
“Oscar Freire de Carvalho foi sucessor de Nina Rodrigues. Seu amigo, ex-aluno, estudioso das causas sociais com apresentação de trabalhos, ainda na vida acadêmica, sobre assuntos voltados para as causas ligadas à sociologia e ao direito penal, tais como:
- Conceito do aborto criminoso;
-Influência da religião na Criminalidade Brasileira.
Aluno dedicado, acompanhando de perto e com fidelidade, seu Mestre, Nina Rodrigues, fosse na sala de necropsias, nos laboratórios, na biblioteca ou nas aulas.
Com a irreparável perda do inesquecido Nina Rodrigues, em Paris, assumiu a Cátedra de Medicina Legal o Prof. Josino Cotias. No Rio de Janeiro, onde se encontrava, em busca de uma vaga para médico-legista, soube do lugar ocupado, então, pelo Prof. Josino Cotias que não tinha grande ligação com a Medicina Legal, Oscar Freire tornou à Bahia, cuidou de ordenar seus títulos e trabalhos e se fez Professor substituto da 4ª Seção, em 1907. Professor efetivo de Medicina Legal em 1911. Ao lado de Alfredo Brito, Diretor da Faculdade, e com a ajuda de Josino Cotias, pôs em execução o plano do grande Nina que era a construção de um Instituto Legal, seu grande sonho, onde as perícias médico-legais pudessem ser executadas corretamente, para atender aos reclamos da polícia e da justiça” (1).
Na Escola Politécnica da Bahia, foi Professor catedrático de História Natural e de Química.
Em 1911, assumiu a direção do Instituto Nina Rodrigues.
Em 1918, transferiu-se para São Paulo, onde ocupou a cátedra e passou a dirigir a Medicina Legal do estado.
“Eram de tal modo reconhecidos os seus méritos, que o Governo do Estado de São Paulo dirigiu ao eminente professor baiano um honroso convite para lecionar a cadeira de Medicina Legal, no referido Estado (1918)” (2).
Fundou a Sociedade de Medicina Legal e Criminologia de São Paulo, idealizou e construiu o Instituto Médico-Legal e criou o primeiro curso de Deontologia Médica do Brasil.
Em 11 de janeiro de 1911, aos quarenta e um anos de idade, faleceu em São Paulo. Seu corpo, embalsamado, acompanhado por Professores da Faculdade de Medicina de São Paulo, chegou à Bahia e foi sepultado em Salvador, onde recebeu as homenagens devidas a um luminar da medicina brasileira.
 
                                                             
 

INSTITUTO OSCAR FREIRE
FACULDADE DE MEDICINA DA
UNIVERSIDADE  DE SÃO PAULO
 

Um comentário: